Formação de uma ilha vulcanica e terra habitável

São Vicente antigamente e hoje

  São Vincente é chamado de estratovulcão, composto por muitas camadas criadas por diferentes fluxos de lava e piroclásticos (Fig. 1).

Fig. 1: Seção transversal de um estratovulcão

 As camadas alternadas são interrompidas pelo magma que é empurrado através dessas rochas preexistentes, chamadas diques (linhas pretas na Fig. 2). As rochas mais antigas e conhecidas em São Vicente se formaram há 9 milhões de anos (Ma) (áreas sombreadas em rosa na Fig. 2). Em São Pedro, eles têm 5,5 – 4,5 Ma anos de idade (camadas azuis escuras). As rochas mais jovens são 0,3 Ma em Praia Grande e Calhau (amarelo).

Figura 2: Corte transversal da paisagem atual de São Vicente (modificado após Ancochea et al., 2010 – mais informatções)

Formações de camadas e intrusões de diques – como realmente são

 Camadas porosas , rochas vulcânicas menos densas (A) são encontradas ao lado de intrusões densas chamadas de diques – grão fino de rocha sólida (B), formada quando o magma invadiu através de rachaduras nas rochas existentes

Alteração hidrotérmica e processos de intemperismo

 A erosão das camadas rochosas causada pelo vento e pela chuva é conhecida como intemperismo. Mas antes que o processo de intemperismo alterem a composição das rochas, eles também podem mudar devido à interação dos fluidos de água quente, dissolvendo elementos das rochas à volta. A cor avermelhada é criada pelo ferro, quando entra em contato com o oxigênio. Os diques são mais densos e mais resistentes às intempéries.

Construindo num vulcão ativo: Fogo, Cabo Verde

Na ilha do Fogo, 40% dos edifícios são construídos com lava solidificada (escoria) [Jenkins et all 2017] devido à sua força, abundância e alta resistência térmica.

A figura destaca os recursos de design exclusivos de uma casa em estilo funco no Fogo, construída após a erupção 2014/2015.

Jenkins, S.F., Day, S.J., Faria, B.V.E., & Fonseca, J.F.B.D. (2017). Damage from lava flows: insights from the 2014–2015 eruption of Fogo, Cape Verde. Journal of Applied Volcanology 6:6. https://doi.org/10.1186/s13617-017-0057-6

Casa estilo funco
(construída após a erupção de 2014/2015)

Meghan Troup (TOSST), Allison Chua (TOSST), Manuel Fortes (Uni CV), Jacqueline Bertlich (HOSST)